SUBSTITUTIVO APROVADO FOI RESULTADO DA PARCERIA DO VEREADOR REIMONT COM SINTRATURB-RIO. VITÓRIA HISTÓRICA EXTINGUE A DUPLA-FUNÇÃO COM A VOLTA DOS COBRADORES

FOTO 1

Substitutivo aprovado foi resultado da parceria do Vereador Reimont com Sintraturb-Rio
VITÓRIA HISTÓRICA EXTINGUE A DUPLA-FUNÇÃO COM A VOLTA DOS COBRADORES

O Sintraturb-Rio – representando a categoria rodoviária – conseguiu uma grande vitória ontem (23/11/2017) com a aprovação da volta dos cobradores e a proibição da dupla-função dos motoristas, na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. O projeto de lei original que proíbe a dupla função de motoristas de ônibus e garante a volta de cobradores aos coletivos é de autoria do vereador Reimont Luiz (PT).

FOTO 2As galerias e ao fundo, o plenário após a aprovação por 40×1 do fim da dupla-função

O texto aprovado na tarde dessa quinta-feira (23/11) é um substitutivo ao projeto original, resultado da parceria do Vereador Reimont com o Sintraturb-Rio. No substitutivo finalmente aprovado em segunda votação – a primeira foi em 7 de junho – consta a recontratação dos cobradores e a manutenção dos existentes, o que não estava garantido no projeto original que apenas se referia à proibição de motoristas darem troco. Sebastião José, em nome dos rodoviários, apresentou a emenda ao vereador Reimont, que de imediato incorporou ao seu projeto original, que na burocracia parlamentar, passou a ser denominado de “substitutivo”.  O Sintraturb-Rio temia a demissão dos cobradores – ainda em serviço -, substituídos pela obrigatoriedade do passageiro apresentar o cartão eletrônico no embarque, já que o texto original não exigia a recontratação dos cobradores e a manutenção dos cobradores atuais. Com a vitória de ontem, o Sintraturb-Rio fortaleceu sua parceira com o Vereador Reimont para outros encaminhamentos sobre o transporte urbano na Cidade e juntos comememoram nas escadarias da Câmara Municipal ao final da votação, como podemos conferir na imagem abaixo.

FOTO 3

O vereador Reimont (gravata) confraterniza com a categoria e o Sintraturb-Rio

O substitutivo aprovado segue para sanção do prefeito Marcelo Crivella, que decidirá quando o decreto entrará em vigor. Registramos que a medida foi aprovado quase por unananimidade dos vereadores presentes a sessão de ontem, tendo recebido 40 (quarenta) votos a favor e apenas um (1) mísero voto contra. O vereador Reimont Luiz (PT), autor do texto, expôs que a dupla função coloca em risco a segurança da viagem, dos passageiros, do trânsito e dos pedestres. “Ao mesmo tempo em que dirige, o motorista libera a catraca, atende os que pagam em dinheiro, confere a identidade de quem tem direito a gratuidade, mas não tem o cartão, vigia a porta traseira, prestar contas aos fiscais, aciona o elevador para os passageiros cadeirantes entre outras coisas e muitos adoecem”, declarou ele ao jornal O DIA.

Essa luta contra a dupla-função é histórica e foi um dos motivos para a criação do Sintraturb-Rio, em janeiro de 2009 que nasceu a partir de um programa de lutas onde constava como uma de suas bandeiras, o fim da dupla-função. Os dirigentes que fundaram o sindicato – entre eles, o Presidente atual do Sintraturb-Rio Sebastião José – sempre foram contra a dupla-função, desde seu nascedouro e durante todos esses anos lutaram ao lado da Federação dos Rodoviários contra essa “praga”. Todos – dirigentes do sindicato, o veredor Reimont, e os membros da categoria que acompanharam a votação histórica de ontem – saíram satisfeitos e felizes e com o sentimento de dever cumprido.

Agora é garantir na prática que o Prefeito Marcelo Crivella cumpra sua promessa de sancionar o projeto, aplicando de verdade o seu lema eleitoral que foi “cuidar das pessoas”. O fim da dupla-função cuida concretamente da saúde da população (profissionais, usuários e pedestres) ao manter exclusivamente à atenção dos motoristas na sua função primordial de guiar os ônibus. “Cuida também das pessoas” ao garantir a criação de cinco mil novos postos de empregos para cobradores e a manutenção dos atuais cobradores que continuarão cobrando as passagens. Finalizamos conclamando a categoria para comparecer a Assembleia de 30/11, 17H, no Centro Esportivo de Rocha Miranda para mobilizar e viabilizar a greve aprovada na assembleia passada de treze de novembro em defesa da dignidade da categoria.

FOTO 4

Da mesma forma, que acabamos com a “praga” da dupla-função, que muitos entre nós, achavam tarefa impossível, podemos com união, determinação e direção do Sintraturb-Rio, dobrar a ganância patronal e conseguir que os rodoviários de quase metade da empresas, tenham seus salários regularizados, colocando um fim aos recorrentes atrasos nos pagamentos de seus direitos, sejam salariais, cesta básica, INSS, FGTS, férias, etc.

FOTO 5

Da mesma forma, que conseguimos que a quase unanimidade dos vereadores aprovassem a volta dos cobradores, podemos também com a paralisação dos ônibus, a partir da assembleia do dia 30/11, que os empresários se sintam pressionados a aceitar um reajuste para os salários e cesta básica, e a garantia do pagamento regular do décimo-terceiro salário. Não é demais lembrar que nosso último reajuste ocorreu há dezessete meses (17). Vamos à luta! Fortalecidos com o fim da dupla-função e a volta dos cobradores, avançar! Todos unidos com o Sintraturb-Rio. Ousar lutar! Ousar vencer! AVANTE, rodoviários!

Rio de Janeiro, 24/11/2017.