RODOVIÁRIOS MANTÊM GREVE GERAL PARA O DIA 31 DE DEZEMBRO

Sintraturb informou que não houve acordo entre os profissionais da categoria e representantes das empresas de ônibus

Rio – Os rodoviários mantiveram a greve geral da categoria entre os dias 31 de dezembro e 2 de janeiro. Até o momento, os profissionais estão em estado de greve. De acordo com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio (Sintraturb), não houve um acordo entre os funcionários e os representantes das empresas durante a audiência, nesta quinta-feira, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

GREVE

O sindicato pede o pagamento dos salários atrasados, além das férias, 13º salário, INSS e cestas básicas. Em nota, o presidente do Sintraturb, Sebastião José, explicou que ficou determinado pela Justiça que as “empresas que possuem dinheiro penhorado que não seja para pagamento de salário mensal dos trabalhadores poderão apresentar os valores de penhora para que o TRT, baseado em cálculos e nas planilhas apresentadas pelo Sintraturb com os valores dos benefícios atrasados de cada empresa, libere o valor penhorado para pagamento dos atrasados”.

e acordo com o presidente, os profissionais vivem uma “verdadeira calamidade”, já que há 17 meses estão sem reajuste salarial. Ele disse ainda que cerca de 600 ônibus foram retirados de circulação apenas neste mês por estarem velhos e sem uso. “Vai proporcionar a perda de mais de 1200 postos de trabalho”, destacou. Procurado, o Rio Ônibus disse que, “assim que for notificado oficialmente sobre uma nova paralisação, recorrerá à Justiça”.

Fonte: O Dia 

Clique aqui e veja a matéria completa na íntegra.