Rodoviários fazem greve pelo não cumprimento do acordo coletivo

Rodoviários da Viação Pavunense cruzam os braços

Onze linhas podem ser afetadas. Categoria reclama de atraso de salários.

Motoristas, cobradores e técnicos da Viação Pavunense entraram em greve na manhã desta quinta-feira (27). A empresa opera 11linhas que circulam por bairros da Zona Norte do Rio. Parte dos grevistas está na porta da garagem da empresa, em Anchieta.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio de Janeiro, Sebastião José, os rodoviários da Pavunense estão com salários, cesta básica, 13° e mais de 200 horas extras atrasadas.

“Após acordo feito no TRT para que os salários e demais subsídios da categoria fossem colocados em dia, a maioria das empresas voltou a atrasar os pagamentos e o 13º. Sinceramente não dá para entender ou acreditar no empresariado. A categoria não aguenta mais ser escravizada”, disse José.

Representantes da direção do sindicato estão na empresa tentando negociar uma solução.

Fonte: G1